Quais são os teus limites?

newsletter

Limites, a própria palavra parece que estabelece um princípio e um fim, talvez, porque tantas vezes nos é sugerida no dia a dia, que nos habituamos a ela dessa forma.

Quando pensamos em realizar algo, temos tendência a analisar, até onde nos é possível ir, de acordo com aquilo que consideramos serem as nossas possibilidades, pelo menos é assim que eu vejo as coisas.

Infelizmente, tenho consciência disso, ainda sou um pouco assim, embora no mesmo instante que me apercebo que o estou a fazer, tente alterar a forma como estou a pensar, e rapidamente mudo o “chip” e começo a pensar em soluções.

Quais são os teus limites?

 

Limites…  o que é isso?

É um palavra criada da identificar o princípio e o fim de algo!

Como uma vedação, que limita a área de pertença de alguém sobre algo!

Um elástico, tem limite, que é onde começa o ponto de ruptura e parte.

limites

Mas será que, os desejos ou os sonhos do ser humano, tem limites?

Não me parece, e espero que a ti também não, porque estarias a ser limitado, eh eh eh.

 

Os limites que outros criaram por ti, e que segues, quando digo isto não pretendo que comeces a partir tudo à tua volta, só porque não há limites, o direito à propriedade, assiste a todos, e até ti próprio, devemos respeitar isso

 

 

Apenas servem para te parar nas tuas ações, nos teus sonhos, quantas vezes ouviste dizer:

 

– <teu nome>não vás para ai, não faças isto ou aquilo…

e tu simplesmente perguntavas…

– porquê?

e a resposta invariavelmente …

– porque não.

 

WTF, porque não, e isso é lá resposta que se dê, pelo menos diz-me, ensina-me porque não me deixas fazer algo, assim vou aprender a pensar nessas condicionantes, em vez de apenas ser educado para NÃO NÃO NÂO.

E assim fomos todos educados a nos limitarmos, sem sabermos porquê !

Por mim, decidi, que este era o momento de ser eu a escolher o que queria fazer da minha vida, que oportunidades deveria abraçar, momento de acreditar que os meus sonhos são todos realizáveis.

 

 limites